domingo, 30 de agosto de 2015

Inter é goleado pelo Avaí na Ressacada

Colorado teve atuação ruim e levou 3 a 0 em Florianópolis

Inter levou 3 a 0 do Avaí na Ressacada | Foto: Thiago Pedro / Folhapress / CP
   Inter levou 3 a 0 do Avaí na Ressacada | Foto: Thiago Pedro / Folhapress / CP

O Inter sofreu a primeira derrota sob o comando de Argel Fucks. E foi uma goleada. Em uma manhã de atuação ruim em Florianópolis, o Colorado foi derrotado pelo Avaí por 3 a 0 neste domingo na Ressacada e corre risco de ver a distância para o G4 aumentar para sete pontos. Léo Gamalho, duas vezes, e Camacho marcaram os gols do time caterinense. 

Com a derrota, o Inter para nos 28 pontos e pode cair para o 12º lugar no complemento da rodada. Já o Avaí vai a 23 e sai momentaneamente da zona de rebaixamento. Na próxima quarta-feira, o Colorado volta a campo para enfrentar o Vasco da Gama no Beira-Rio, às 19h30min. Neste jogo, o técnico Argel não poderá contar com o D'Alessandro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 

Inter pressiona, mas não consegue marcar

O Inter iniciou a partida com muita intensidade e conseguiu pressionar o Avaí nos primeiros minutos. Logo no primeiro minuto, Vitinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou uma bola que deixaria Valdívia na condição de marcar, mas Emerson apareceu na hora certa para cortar. Na sequência, D'Alessandro bateu escanteio, Léo Gamalho desviou contra e Vagner fez a defesa.

O bom começo de jogo do Inter quase resultou em gol aos 6 minutos, quando Sasha recebeu livre dentro da pequena área e foi derrubado na hora da finalização. No entanto, o árbitro Péricles Cortes entendeu como lance normal e mandou seguir. 

A equipe gaúcha ainda teve mais duas chances de marcar, aos 12 e aos 13. Na primeira, Sasha chutou forte e Vagner fez a defesa. Na segunda, o bonito chute de primeira D'Alessandro passou perto. A partir daí, o Inter diminuiu o ímpeto e passou a ser ameaçado.

Avaí cresce e Alisson salva o Inter

A pressão colorada que deu certo no começo parou de funcionar com o cansaço dos homens de frente. Valdívia, Sasha e Vitinho diminuíram a intensidade na marcação e os espaços começaram a aparecer para o Avaí, que perdeu duas oportunidades com Léo Gamalho. Na primeira, aos 22, ele cortou Paulão e bateu para uma grande defesa de Alisson. Na sequência, o cruzamento da esquerda encontrou o centroavante, que no carrinho finalizou para fora. 

Aos 35 minutos, um momento curioso na partida. O árbitro Péricles Cortes sentiu uma lesão na panturrilha e teve de deixar a partida. O gaúcho Jean Pierre Gonçalves Lima assumiu o comando da partida. 

Antes do término do primeiro tempo, o Avaí ainda teve mais uma boa chance para marcar, quando Geferson e Alisson se atrapalharam em um recuo, Rômulo se aproveitou e cruzou para Léo Gamalho, que não conseguiu finalizar para o gol. Fim de etapa inicial: Avaí 0 x 0 Inter.

Em pênalti polêmico, Léo Gamalho abre o placar

O Inter voltou para o segundo tempo com uma mudança no meio-campo. Wellington Martins entrou no lugar de Nilton. Nos primeiros minutos, o Colorado tentou repetir a pressão do começo do primeiro tempo. Embora o gol quase tenha vindo aos 3, quando Sasha bateu da entrada da área e acertou o travessão, o Inter teve dificuldade para criar na sequência. O time tinha o domínio do jogo, mas sem conseguir levar perigo ao gol de Vagner. 

Com problemas para criar jogador, o Inter viu sua situação piorar aos 21 minutos. Após cruzamento, Paulão se enrolou com Léo Gamalho e o árbitro Jean Pierre Lima marcou pênalti. O Léo Gamalho foi para a cobrança e bateu sem chances para Alisson, 1 a 0 Avaí.

Logo após o gol, o técnico Argel mandou Rafael Moura a campo no lugar de Valdivia, de atuação fraca. O treinador colorado ainda fez a terceira mudança com Anderson na vaga de William, mas não adiantou. 

Léo Gamalho e Camacho definem goleada do Avaí

Aos 36 minutos, logo após Vagner defender uma falta batida por Vitinho, o balão do goleiro encontrou a defesa colorada mal posicionada e Léo Gamalho, livre, finalizou na saída de Alisson para marcar seu segundo gol na partida.

E a situação do Inter ainda ficou pior aos 45 do segundo tempo. Em um belo chute, Camacho marcou o terceiro e definiu o placar em goleada: Avaí 3 x 0 Inter.

Brasileirão 2015 - 21ª Rodada 

Avaí (3)

Vagner; Nino Paraíba (Pablo), Emerson, Antonio Carlos e Lovat; Adriano, Eduardo Neto, Camacho e Marquinhos (Anderson Lopes); Rômulo (Tinga) e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina. 

Inter (0)
Alisson; William (Anderson), Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton (Wellington Martins), D'Alessandro e Eduardo Sasha; Valdívia (Rafael Moura) e Vitinho. Técnico: Argel Fucks.

Gol: Léo Gamalho(22min/2ºT-36min/2ºT), Camacho (45min/2ºT)
Cartões amarelos: Nino Paraíba, Lovat (AVA); D'Alessandro (INT)

Local: Ressacada.
Árbitro: Péricles Cortes (Jean Pierre Gonçalves Lima).


Fonte: Correio do Povo

Criança de três anos é atropelada quando cruzava pela faixa de segurança em Três de Maio


   O fato aconteceu na manhã de sábado (Foto: Diovano Marques)

Uma criança de três anos de idade, foi atropelada no momento que atravessava a faixa de segurança na Av. Santa Rosa próximo ao Posto Foletto, no centro de Três de Maio.

De acordo com informações da Brigada Militar, a criança atravessa sobre a faixa de segurança com mãe e teria se soltado da mão da mãe, momento em que foi enroscada pelo o espelho retrovisor de um automóvel Ford Fiesta, com placas de Três de Maio que cruzava pela avenida.

A criança foi socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros e removida ao Hospital São Vicente de Paulo, com ferimentos sem gravidade.

A Brigada Militar compareceu no local, e o veículo foi recolhido ao depósito do guincho SOS Master. 


Fonte: Paulo Marques | Rádio Colonial

Após reunião, governo desiste de nova CPMF

Reação de empresários e aliados inviabilizou aprovação, segundo Folha de São Paulo

Após reunião, governo desiste de nova CPMF  | Foto: Evaristo Sa / AFP / CP Memória
   Após reunião, governo desiste de nova CPMF | Foto: Evaristo Sa / AFP / CP Memória

Após reunião com ministros, realizada neste sábado em Brasília, a presidente Dilma Rousseff desistiu de encaminhar a volta da CPMF, imposto que serviria para cobrir o rombo de 80 bilhões no Orçamento da União de 2016. As informações são do  jornal Folha de São Paulo

Conforme a publicação, a decisão foi tomada durante o encontro com os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e do Planejamento, Nelson Barbosa. A avaliação da presidente foi que a reação de empresários e aliados, demonstrando contrariedade à ideia, inviabilizou a aprovação da CPMF. 

De acordo com jornal, o governo pretende fazer uma discussão nos próximos meses sobre como será feito o financiamento da saúde. A ideia de recriar a CPMF pode voltar à tona durante estas reuniões. 

Meta de superávit será reduzida

Sem a nova CPMF, a meta de superávit primário de 2016, de 0,7% do PIB, terá de ser reduzida novamente e pode haver corte de programas sociais. Para fechar o Orçamento do próximo ano, o governo tem de cobrir um rombo de aproximadamente R$ 80 bilhões.

Pelos cálculos da equipe econômica, a cobrança do "imposto do cheque", como ficou conhecida a CPMF, daria uma arrecadação líquida de R$ 68 bilhões para o governo, já descontando o repasse para Estados e municípios. Mesmo assim, ministros diziam neste sábado (29), em conversas reservadas, que o foco da proposta não era orçamentário, mas, sim, "estrutural" porque o Sistema Único de Saúde (SUS) está à beira da falência.

Dilma se reuniu à tarde com os ministros Nelson Barbosa (Planejamento) e Aloizio Mercadante (Casa Civil), no Palácio da Alvorada. À noite, todos se juntaram com o titular da Fazenda, Joaquim Levy, que só chegou a Brasília no fim do dia porque estava no 7º Congresso Internacional de Mercados Financeiros e de Capitais, da BM&FBovespa, em Campos do Jordão (SP).

A ideia em estudo pelo governo era de ressuscitar a CPMF com uma alíquota de 0,38%, a mesma de 2007, quando o tributo foi derrubado no Senado, ainda no governo Lula. A arrecadação seria repartida entre União, Estados e municípios.

Desde que a notícia sobre a volta da CPMF vazou, porém, Dilma começou a ser muito cobrada. A estratégia era negociar a proposta no Congresso antes de enviar o Orçamento, mas o plano teve de ser abortado diante da forte reação negativa. Dilma foi alertada pelo vice Michel Temer (PMDB) que um aumento de impostos, neste momento, não passaria nem pela Câmara nem pelo Senado. Além disso, Temer se recusou a ajudar na articulação política da proposta no Congresso.

Lula 

Nos bastidores, o núcleo político do governo definia a operação como um "desastre", mas a volta do tributo chegou a animar a cúpula do PT. Neste sábado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu o retorno da CPMF e chegou a pedir ao ministro da Saúde, Arthur Chioro, que fizesse pressão sobre prefeitos e governadores "porque eles precisam de dinheiro para a saúde".


Fonte: Correio do Povo e AE

sábado, 29 de agosto de 2015

Santo Augusto: Município poderá receber 70 mil para fomentar atrações da Semana Farroupilha



O CTG Pompílio Silva em parceria com a Prefeitura de Santo Augusto encaminhou um projeto ao IGTF (Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore) visando obter recursos para a realização dos festejos farroupilhas 2015, sendo o mesmo aprovado pelo Governo.
 
O resultado oficial será publicado no Diário Oficial na próxima terça-feira, 01, e se o município, único da 20º Região a participar do edital, for classificado, receberá a quantia de R$ 70 mil, destinado a fomentar as atrações gaúchas entre os dias 14 a 20 de setembro, Semana Farroupilha.
 
O acendimento da Chama crioula a nível regional vai ocorrer em Crissiumal no dia 10 de setembro, no dia 13 será o acendimento em Santo Augusto no Galpão Nerci Liberatto da Conceição, na Praça Pompílio Silva.

A programação para a semana ainda não está definida, a comissão dos festejos espera o resultado do edital para finalizar o cronograma.
 
Este ano não haverá Desfile Farroupilha no dia 20 de setembro em virtude do mormo, doença equina. 


Dpto. Jornalismo RQ
Postado por: Maira Kempf

Sartori pede calma aos servidores estaduais

Governador do Estado visitou casa da Record na Expointer

Governador do Estado visitou casa da Record na Expointer | Foto: André Ávila
   Governador do Estado visitou casa da Record na Expointer | Foto: André Ávila

Em visita à casa da Record na Expointer neste sábado, o governador do Estado, José Ivo Sartori, afirmou que o Piratini vai tratar do pagamento do funcionalismo público em coletiva na segunda-feira. Sartori deu a entender, no entanto, que haverá novamente parcelamento dos salários dos servidores e pediu calma à categoria. 

 Extratos bancários indicam que servidores receberão R$ 600

"Muita calma, muita cautela, não vamos exagerar na dose. Todo mundo tem o direito de ter contrariedade, de se sentir mal no processo, mas nós temos que construir uma realidade diferente, por isso peço a compreensão de todos. Não vamos exagerar porque, de repente, isso penaliza a sociedade", argumentou. "Nós temos em torno de 350 mil servidores no estado do Rio Grande do Sul, mas nós temos uma sociedade que tem 11 milhões de habitantes", justificou. 

"Não há dinheiro, porque no mês que passou houve bloqueio das contas (pela União) e começou a ingressar recursos há uma semana no Tesouro do Estado", disse Sartori. O governador lembrou ainda que há fornecedores sem receber também.  "Nós vamos respeitar a população do Rio Grande do Sul, os servidores e suas famílias, e vamos colocar toda a realidade. Nós estamos, desde março, contabilizando pedidos de ação que viessem a encurtar essa diferença", explicou.

O governador se mostrou descontente com a atitude dos servidores estaduais. "No mês passado, mesmo pagando tudo, houve paralisação do serviço", reclamou. "Não ajuda a sociedade", argumentou. 


Correio do Povo e Rádio Guaíba

Constantina: Três jovens perdem a vida na ERS 500 km 06, Linha Barraca



Na manhã deste sábado (29), por volta de 5:30h, aconteceu um grave acidente na ERS 500 km 06, onde 3 jovens perderam a vida e outra foi transportada com graves ferimentos para o Hospital Comunitário de Constantina.

O veículo um VW Polo placas DMK 1597 da cidade de Sarandi.

As vítimas foram identificadas.

Condutor Giovani Kemmerich, óbito
Jaqueline S. Fernandes, óbito
Luiz G Damiani, óbito
Eduarda Silva conduzida gravemente ferida ao HCS.




A PRE de Palmeira no local orientou o trânsito,  Policia Civil de Sarandi esperou a pericia e os Bombeiros da cidade de Palmeira para auxiliar na remoção das vítimas.
















Fonte: ROGÉRIO MACHAO BLOG
Fotos/Vídeos: Rogério Machado

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Servidores do RS estão preparados para começar greve a partir de segunda

Categoria irá paralisar as atividades caso o governo parcele os salários de agosto

O funcionalismo estadual está preparado para iniciar greve de quatro dias a partir de segunda-feira, caso o Executivo parcele novamente o salário das categorias. Mesmo assim, o governador José Ivo Sartori não deu previsão de como deve proceder e que contas vai priorizar no dia 31. Se atrasar o pagamento da dívida com a União, os repasses federais serão bloqueados. “Todo mundo conhece as dificuldades financeiras. Como pai de família e cidadão, não gostaria que tivesse chegado a isso”, afirmou nesta sexta.

• Policiais civis gaúchos paralisam a partir de segunda

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) ingressou com Ação Cautelar no Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira, pedindo a nulidade da cláusula do contrato que determina o bloqueio das contas. O Cpers/ Sindicato já anunciou que, independente do pagamento integral, ou parcelamento de salários, irá paralisar por quatro dias em protesto aos projetos de ajuste fiscal encaminhados à Assembleia Legislativa. 

Sobre isso, o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, avaliou que o problema do Rio Grande do Sul é local e não pode ser transferido para a União. “Eu sou gaúcho e nós do Rio Grande do Sul temos que ter consciência que a questão não se resolverá sem uma mudança de postura. A hora que tivermos um projeto que coloque o Rio Grande do Sul de pé, mesmo que seja num plano de 10 a 20 anos, teremos o apoio do governo federal.”

Ele declarou ainda que o governo regulamentará, no próximo ano, a disposição da renegociação das dívidas dos estados. “O governo federal também luta com necessidade de ajuste fiscal. Não vamos sonhar que teremos recursos extras.” Padilha ainda salientou que desconhece qualquer intenção do Palácio do Planalto de fazer um projeto para a volta da CPMF, imposto extinto em 2007.


Karina Reif
Correio do Povo

Sarandi: Vereador Ozeno fala dos resultados a Rogério Machado Blog de sua viagem a Brasília



Na tarde desta sexta-feira(28), o vereador Ozeno Picolo, conversou com Rogério Machado Blog, a respeito dos resultados de sua viagem a Brasília.

Vídeo:




Fonte: ROGÉRIO MACHADO BLOG
Fotos: Rogério Machado

Ijuí: Vereador César Busnello vai pedir redução do salário dos vereadores segunda-feira

População tem que estar presente na Câmara na segunda para dar apoio a redução de salários.

   César Busnello vai propor a redução dos salários dos vereadores, secretários e secretários adjuntos em 50%.

O vereador César Busnello - PSB - vai encaminhar na próxima sessão ordinária da Câmara de vereadores, que acontece na segunda-feira, dia 31, um projeto que prevê a redução de salário de vereadores, secretários e diminuição dos Cargos de Confiança na prefeitura de Ijuí.

De acordo com Busnello a medida visa a economia nos cofres públicos e mais, pede ainda a extinção de cargos de secretário adjunto, que ao ver do edil, não há necessidade de existir.

Busnello reiterou que para fazer economia de verdade tem que sentir na carne e a administração municipal tem que abrir mão dos CC's.

A prefeitura de Ijuí tem cerca de 150 CC's no executivo.


Fonte: PORTAL IJUHY.COM

OAB se manifesta contra PEC dos Cartórios


Brasília - Confira nota da OAB, publicada nesta quinta-feira (27), sobre a aprovação da chamada PEC dos Cartórios.

A aprovação em primeiro turno da PEC dos Cartórios, especialmente num momento em que o país atravessa graves crises e se faz urgente a racionalização e redução do gasto público, é um grave retrocesso.

Não é possível que em pleno século XXI uma PEC que não atende aos vários princípios republicanos seja avalizada.

A matéria não oferece trato igualitário e não garante o acesso às forças públicas pelo mérito, que no caso seria o concurso público. Ela traz critérios que se assemelham a uma monarquia, ao manter a hereditariedade dos cartórios e eternizar direitos e privilégios de pessoas por causa de consanguinidade.

Não bastassem tais problemas, do ponto de vista legal a matéria é, inclusive, inconstitucional. Ela fere o direito daqueles que fizeram concurso público – conforme determina a Constituição – e aguardam o momento de assumirem suas vagas. Por isso, caso aprovada, será objeto de questionamento no STF.

Esperamos que os congressistas possam rever tal posição.


Fonte: Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil 

Número de migrantes mortos em caminhão na Áustria supera 70

Polícia austríaca iniciou operação conjunta com Hungria para encontrar motorista

Número de migrantes mortos em caminhão na Áustria supera 70 | Foto: Dieter Nagl / AFP / CP
   Número de migrantes mortos em caminhão na Áustria supera 70 | Foto: Dieter Nagl / AFP / CP

Mais de 70 migrantes foram encontrados mortos no caminhão localizado nessa quinta-feira em uma estrada da Áustria, contra a estimativa inicial de entre 20 e 50 falecidos, informou nesta sexta-feira o governo de Viena. O balanço de vítimas foi confirmado pelo porta-voz do ministério do Interior austríaco, Alexander Marakovits. O caminhão foi encontrado em uma estrada próxima da fronteira com a Eslováquia e a Hungria. 

As autoridades não divulgaram detalhes sobre as identidades dos falecidos. A polícia do estado de Burgenland convocou uma entrevista coletiva para esta sexta-feira. O caminhão frigorífico tinha o logo de um empresa avícola eslovaca e placa húngara. O veículo saiu de Budapeste na manhã de quarta-feira.

A polícia da Áustria iniciou uma operação conjunta com a Hungria para tentar encontrar o motorista, que fugiu do local. A chanceler alemã, Angela Merkel, que estava na Áustria na quinta-feira para participar em uma reunião com líderes dos países dos Bálcãs, disse ter ficado "comovida" com a terrível notícia. "É uma advertência de que devemos trabalhar, resolver o problema e demonstrar solidariedade", declarou Merkel.


Fonte: AFP
Correio do Povo

Caminhão tomba na BR 386, em Nova Santa Rita

Carregamento de polietileno dificulta a retirada do veículo do acostamento

Carregamento de polietileno dificulta a retirada do veículo do acostamento | Foto: PRF / Divulgação / CP
   Carregamento de polietileno dificulta a retirada do veículo do acostamento | Foto: PRF / Divulgação / CP

O motorista de um caminhão perdeu o controle do veículo e tombou na beira da BR 386 na manhã desta sexta-feira, em Nova Santa Rita, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O acidente ocorreu por volta das 5h50min no Km 437, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

O veículo ficará no local até amanhã, por conta da dificuldade de retirar o carregamento de polietileno que esparramou com o acidente. De acordo com a PRF, o motorista pode ter dormido ao volante. 


Fonte: Correio do Povo